segunda-feira, 24 de abril de 2017

9º dia da novena de Jesus Ressuscitado. Décima sétima e Décima nona Aparição

Terço da Ressurreição-Jesus eu confio em Vós.


17. A Paulo, em Outra Visão

2 Coríntios 12:1-4 ¶ Em verdade que não convém gloriar-me; mas passarei às visões e revelações do Senhor. 2 Conheço um homem em Cristo que há catorze anos (se no corpo, não sei, se fora do corpo, não sei; Deus o sabe) foi arrebatado ao terceiro céu. 3 E sei que o tal homem (se no corpo, se fora do corpo, não sei; Deus o sabe) 4 Foi arrebatado ao paraíso; e ouviu palavras inefáveis, que ao homem não é lícito falar.



domingo, 23 de abril de 2017

8º dia da novena de Jesus Ressuscitado. Décima quinta e Décima sexta Aparição

Terço da Ressurreição-Jesus eu confio em Vós.

15. A Paulo, no Templo

Atos 22:17-21 E aconteceu que, tornando eu para Jerusalém, quando orava no templo, fui arrebatado para fora de mim. 18 E vi aquele que me dizia: Dá-te pressa e sai apressadamente de Jerusalém; porque não receberão o teu testemunho acerca de mim. 19 E eu disse: Senhor, eles bem sabem que eu lançava na prisão e açoitava nas sinagogas os que criam em ti. 20 E quando o sangue de Estêvão, tua testemunha, se derramava, também eu estava presente, e consentia na sua morte, e guardava as capas dos que o matavam. 21 E disse-me: Vai, porque hei de enviar-te aos gentios de longe.

sábado, 22 de abril de 2017

7º dia da novena de Jesus Ressuscitado. Décima terceirae Décima quarta Aparição


Terço da Ressurreição-Jesus eu confio em Vós.13. A Paulo, na Sua Conversão

Ato 9:3-8 E, indo no caminho, aconteceu que, chegando perto de Damasco, subitamente o cercou um resplendor de luz do céu. 4 E, caindo em terra, ouviu uma voz que lhe dizia: Saulo, Saulo, por que me persegues? 5 E ele disse: Quem és, Senhor? E disse o Senhor: Eu sou Jesus, a quem tu persegues. Duro é para ti recalcitrar contra

sexta-feira, 21 de abril de 2017

6º dia da novena de Jesus Ressuscitado. Décima primeira e Décima segunda Aparição

Terço da Ressurreição-Jesus eu confio em Vós.

11. Aos apóstolos [5a vez], no cenáculo, Grande Comissão [2a vez]
[40o dia após ressurreição. No cenáculo, em Jerusalém, depois no Monte das Oliveiras]

Mar 16:14-20 
Por fim, Jesus apareceu aos onze discípulos enquanto estavam comendo. Jesus os repreendeu por causa da falta de fé e pela dureza de coração, porque não tinham acreditado naqueles que o tinham visto ressuscitado. 15 Então Jesus disse-lhes: «Vão pelo mundo inteiro e anunciem a Boa Notícia para toda a humanidade. 16 Quem acreditar e for batizado, será salvo. Quem não acreditar, será condenado. 17 Os

quinta-feira, 20 de abril de 2017

5º dia da novena de Jesus Ressuscitado. Nona e Décima Aparição

Terço da Ressurreição-Jesus eu confio em Vós.

9. A Tiago, um meio irmão do Senhor
[Algum dia entre o 9o e o 39o após a ressurreição. Local não especificado, provavelmente Jerusalém]

1Co 15:7-A   Depois foi visto por Tiago ,... .

Jesus apareceu a Tiago devido a descrença dos irmãos. A conversão deles deve ter sido aqui. (Antes, eram descrentes e desejavam o mal a Jesus!)

 João 7:3-5 Então os irmãos de Jesus lhe disseram: «Tu deves sair daqui e ir para a Judéia, para que também teus discípulos possam ver as obras que fazes. 4 Quem quer ter fama não faz nada às escondidas. Se fazes essas obras, mostra-te ao mundo.» 5 Na verdade, nem mesmo os irmãos de Jesus acreditavam nele. 

4º dia da novena de Jesus Ressuscitado. Sétima e Oitava Aparição

Terço da Ressurreição-Jesus eu confio em Vós.

7. A sete apóstolos [3a vez], junto ao Mar da Galiléia
[Bem cedinho, em alguma manhã entre a 9a e a 39a após a ressurreição]
João 21:1-23
Resultado de imagem para Jesus aparece no mar da galileia
A missão da comunidade -* 1 Jesus apareceu aos discípulos na margem do mar de Tiberíades. E apareceu deste modo: 2 Estavam juntos Simão Pedro, Tomé chamado Gêmeo, Natanael de Caná da Galiléia, os filhos de Zebedeu e outros dois discípulos de Jesus. 3 Simão Pedro disse: «Eu vou pescar.» Eles disseram: «Nós também vamos.» Saíram e entraram na barca. Mas naquela noite não pescaram nada. 4 Quando amanheceu, Jesus estava na margem. Mas os discípulos não sabiam que era Jesus. 5 Então Jesus disse: «Rapazes, vocês têm alguma coisa para comer?» Eles responderam: «Não.» 6 Então Jesus falou: «Joguem a rede do lado direito da barca, e vocês acharão

terça-feira, 18 de abril de 2017

3º dia da novena de Jesus Ressuscitado. Quinta e Sexta Aparição

Terço da Ressurreição-Jesus eu confio em Vós.
Novena de Jesus Ressuscitado e Misericordioso, rolai as pedras do meu caminho


5. A 10 dos 11 Apóstolos (1a vez; Tomé ausente.)

[noite entre domingo da ressurreição e segunda-feira. Local = cenáculo, em Jerusalém]

Mar 16:14 Finalmente apareceu aos onze, estando eles assentados à mesa, e lançou-lhes em rosto a sua incredulidade e dureza de coração, por não haverem crido nos que o tinham visto já ressuscitado.
Luc 24:35-45 E eles lhes contaram o que lhes acontecera no caminho, e como deles fora conhecido no partir do pão. 36 ¶ E falando eles [Cléopas e o outro discípulo de Emaús] destas coisas, o mesmo Jesus se apresentou no meio deles, e disse-lhes: Paz seja convosco. 37 E eles, espantados e atemorizados, pensavam

segunda-feira, 17 de abril de 2017

2º dia da novena de Jesus Ressuscitado. Terceira e Quarta Aparição

Terço da Ressurreição-Jesus eu confio em Vós.

Novena de Jesus Ressuscitado e Misericordioso, rolai as pedras do meu caminho

3. Aos Discípulos de Emaús

Luc 24:13-32 Nesse mesmo dia, dois discípulos iam para um povoado, chamado Emaús, distante onze quilômetros de Jerusalém. 14 Conversavam a respeito de tudo o que tinha acontecido. 15 Enquanto conversavam e discutiam, o próprio Jesus se aproximou, e começou a caminhar com eles. 16 Os discípulos, porém, estavam como que cegos, e não o reconheceram. 17 Então Jesus perguntou: «O que é que vocês andam conversando pelo caminho?» Eles pararam, com o rosto triste. 18 Um deles, chamado Cléofas, disse: «Tu és o único peregrino em Jerusalém que não sabe o que aí aconteceu nesses últimos dias?» 19 Jesus perguntou: «O que foi?» Os

domingo, 16 de abril de 2017

1º dia da novena de Jesus Ressuscitado. Primeira e Segunda Aparição

1. A Maria Madalena, que voltara ao sepulcro e chorava


Terço da Ressurreição-Jesus eu confio em Vós.




Novena de Jesus Ressuscitado e Misericordioso, rolai as pedras do meu caminho

João 20:11-17 (particularmente 15-17) (= Mar 16:9)

“Disse-lhe Jesus: Mulher, por que choras? Quem buscas? Ela, cuidando que era o jardineiro, disse-lhe: Senhor, se tu o levaste, dize-me onde o puseste, e eu o levarei. Disse-lhe Jesus: Maria! Ela, voltando-se, disse-lhe: Raboni (que quer dizer, Mestre). Disse-lhe Jesus: Não me to, porque ainda não subi para meu Pai, mas vai para meus irmãos, e dize-lhes que eu subo para meu Pai e vosso Pai, meu Deus e vosso Deus.” (Jo 20:15-17)

Na 1a aparição a Maria Madalena, , Cristo impede que seja SEGURADO (figurativa e, também, literalmente, isto é, com as mãos):


Novena de Jesus Ressuscitado e Misericordioso, rolai as pedras do meu caminho


Inicia-se o Terço da Ressurreição (Reza-se até a parte em que se reza a oração para todos os dias -esta)
Para conhecer o terço da ressurreição clique no link acima.

Jesus Ressuscitado rolai as pedras do meu caminho!

Ó Deus de grande misericórdia e bondade infinita. Eis que hoje venho suplicar pela Vossa misericórdia as graças necessárias para mim e meus familiares:

(Faça agora seu pedido a Jesus Ressuscitado, a Jesus Misericordioso!)

Ó Senhor aumentai em nós, sem cessar, a Vossa misericórdia, a fim de que possamos cumprir fielmente a Vossa santa vontade durante toda nossa vida e na hora da morte. Que o poder da Vossa misericórdia nos defenda dos ataques dos inimigos. Jesus é a nossa confiança. Pelo seu coração misericordioso, como por uma porta aberta, esperamos entrar no Céu.

Jesus Misericordioso, Jesus Ressuscitado eu clamo a Vossa misericórdia e a força da ressurreição. Rolai essas pedras do meu caminho.

Jesus eu confio em Vós...

Senhor Jesus Cristo que tendo ressuscitado dos mortos nos abriu as portas da eternidade, afugentai as trevas, a discórdia, a desavença e rolai as pedras do meu caminho, da minha família e do meu ambiente de trabalho.

Jesus Misericordioso eu clamo a Vossa misericórdia sobre esta causa:

(Faça novamente o seu pedido)

Jesus Ressuscitado, Jesus Misericordioso eu clamo o Vosso poder. Amém.


Continua-se o terço
Continua-se o Terço da Ressurreição
As meditações diárias estarão juntas ao terço
Para conhecer o terço da ressurreição clique no link acima.

Deixe o seu comentário para que possamos saber a sua opinião. Deus o abençoe! Nossos artigos são para divulgação e ficamos felizes quando você compartilha. Pedimos porem que não esqueçam de citar a fonte.

Terço da Ressurreição-Jesus eu confio em Vós.


O terço da ressurreição é uma oração, que pede ao Senhor Jesus esperança é confiança em seu infinito amor e misericórdia. Com fé, Jesus rolará todas as pedras do seu caminho.

Inicio: Sinal da Cruz

"Porque Deus tanto amou o mundo que deu o seu Filho Unigênito, para que todo o que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna. João 3:16 Jesus eu confio em Vós.

CREIO EM DEUS PAI,

Porque a vontade de meu Pai é que todo aquele que olhar para o Filho e nele crer tenha a vida eterna, e eu o ressuscitarei no último dia". João 6:40 Jesus eu confio em Vós.

 PAI NOSSO,

Quem crer em mim, como diz a Escritura, do seu interior fluirão rios de água viva". João 7:38  Jesus eu confio em Vós.

AVE MARIA

Eu sou a ressurreição e a Vida. Todo aquele que crê em mim, mesmo que esteja morto, viverá. (Jo 11, 25).  Jesus eu confio em Vós.

Oração para todos os dias (Novena)  Clique no link para rezar a oração

Meditação diária (Para quem está fazendo a Novena)

1º dia da novena de Jesus Ressuscitado. Primeira e Segunda Aparição

3º dia da novena de Jesus Ressuscitado. Quinta e Sexta Aparição


Nas contas do PAI NOSSO: SENHOR JESUS CRISTO, NÓS TE PEDIMOS QUE PELA SUA GLORIOSA RESSURREIÇÃO DAI-NOS ESPERANÇA, E CONFIANÇA, POIS O SENHOR É O SENHOR DO IMPOSSÍVEL. Jesus eu confio em Vós.

Nas contas da AVE MARIA: PELA SUA GLORIOSA RESSURREIÇÃO.

DAI-NOS ESPERANÇA E CONFIANÇA.



Oração a Jesus Misericordioso


FINAL: Jesus ressuscitado, que destes a paz aos apóstolos, reunidos em oração, dizendo-lhes: “A paz esteja convosco”, concedei-nos o dom da paz.
Defendei-nos do mal e de todas as formas de violência que agitam a nossa sociedade, para que tenhamos uma vida digna, humana e fraterna.
Ó Jesus, que morrestes e ressuscitastes por amor, afastai de nossas famílias e da sociedade todas as formas de desesperança e desânimo, para que vivamos como pessoas ressuscitadas e sejamos portadores de vossa paz. Amém!

Jesus Cristo Ressuscitado eu confio em Vós.


Nossos artigos são para divulgação e ficamos felizes quando você compartilha. Pedimos porem que não esqueçam de citar a fonte.

Oração a Jesus Misericordioso


Jesus misericordioso, eu confio em Vós!

Nada me trará medo ou inquietação.

Eu confio em Vós, de manhã e à noite, na alegria e no sofrimento, Na tentação e no perigo, na felicidade e no infortúnio, na vida e na morte, agora e para sempre.

Eu confio em Vós, na oração e no trabalho, na vitória e no fracasso, acordado ou a descansar, na tribulação e na tristeza, nos meus próprios erros e pecados.

Eu quero ter inabalável confiança em Vós.

Sois a âncora da minha esperança;
A estrela da minha peregrinação;
O apoio da minha fraqueza;
O perdão dos meus pecados;
A força da minha bondade;
A perfeição da minha vida;
O consolo na hora da minha morte;
A alegria e bênção do meu Céu.

Jesus misericordioso, Vós, forte tranquilidade

sexta-feira, 7 de abril de 2017

Consagração a São Miguel Arcanjo


Ó Príncipe nobilíssimo dos Anjos, valoroso guerreiro do Altíssimo, zeloso defensor da glória do SENHOR, terror dos espíritos rebeldes, amor e delícia de todos os anjos justos, meu diletíssimo São Miguel Arcanjo, desejando eu fazer do número dos vossos devotos e servos, a vós hoje me consagro, me do e me ofereço e ponho-me a mim próprio, a minha família e tudo o que me pertence, debaixo da vossa poderosíssima proteção. É pequena a oferta do meu serviço, sendo como sou um miserável pecador, mas vós engrandecereis o afeto do meu coração; recordai-vos que de hoje em diante estou debaixo do vosso sustento e deveis assistir-me em toda a minha vida e obter-me o perdão dos meus muitos e graves pecados, a graça de amar a Deus de todo coração, ao meu querido Salvador JESUS CRISTO e a minha Mãe Maria Santíssima, obtende-me a aqueles auxílios que me são necessários para obter a coroa da eterna glória.
Defendei-me dos inimigos da alma, especialmente na hora da morte. Vinde, ó príncipe gloriosíssimo, assistir-me na última luta e com a vossa alma poderosa lançai para longe, precipitando nos abismos do inferno, aquele anjo quebrador de promessas e soberbo que um dia prostrastes no combate no céu.
São Miguel Arcanjo, defendei-nos no combate para que não pereçamos no supremo juízo. Amém.
Fonte Miguel Arcanjo
Nossos artigos são para divulgação e ficamos felizes quando você compartilha. Pedimos porem que não esqueçam de citar a fonte.

domingo, 26 de março de 2017

A Mulher que teme ao Senhor

https://www.facebook.com/catequesedaparoquiadeipu/

Nossos artigos são para divulgação e ficamos felizes quando você compartilha. Pedimos porem que não esqueçam de citar a fonte.

domingo, 19 de março de 2017

Hora santa para a catequese na quaresma

Primeiro quarto de hora - Abertura

Comentário inicial para motivar (trecho da mensagem do Papa Francisco para a Quaresma de 2017.)
Para fazer o download dos documentos clique aqui
Hora santa para a catequese na quaresma 2017 PDF
Hora santa para a catequese na quaresma 2017 WORD
Amados irmãos e irmãs, a Quaresma é o tempo favorável para nos renovarmos, encontrando Cristo vivo na sua Palavra, nos Sacramentos e no próximo. O Senhor – que, nos quarenta dias passados no deserto, venceu as ciladas do Tentador – indica-nos o caminho a seguir. Que o Espírito Santo nos guie na realização dum verdadeiro caminho de conversão, para redescobrirmos o dom da Palavra de Deus, sermos purificados do pecado que nos cega e servirmos Cristo presente nos irmãos necessitados. Encorajo todos os fiéis a expressar esta renovação espiritual nesta hora santa. Rezemos uns pelos outros para que, participando na vitória de Cristo, saibamos abrir as nossas portas ao frágil e ao pobre. Então poderemos viver e testemunhar em plenitude a alegria da Páscoa.

(O dirigente dê tempo necessário para que todos façam as suas orações pessoais intercalando cada momento de adoração)

(O dirigente diz e todos repetem ainda sentados)

- Guarda a Palavra de Deus, de modo que ela penetre no mais íntimo de tua alma. (todos repetem - tempo para meditar)


terça-feira, 7 de fevereiro de 2017

Salmo 18

Eu te amo, ó Senhor, força minha.
2 O Senhor é a minha rocha, a minha fortaleza e o meu libertador; o meu Deus, o meu rochedo, em quem me refúgio; o meu escudo, a força da minha salvação, e o meu alto refúgio.
3 Invoco o Senhor, que é digno de louvor, e sou salvo dos meus inimigos.
4 Cordas de morte me cercaram, e torrentes de perdição me amedrontaram.
5 Cordas de Seol me cingiram, laços de morte me surpreenderam.
6 Na minha angústia invoquei o Senhor, sim, clamei ao meu Deus; do seu templo ouviu ele a minha voz; o clamor que eu lhe fiz chegou aos seus ouvidos.
7 Então a terra se abalou e tremeu, e os fundamentos dos montes também se moveram e se abalaram, porquanto ele se indignou.
8 Das suas narinas subiu fumaça, e da sua boca saiu fogo devorador; dele saíram brasas ardentes.
9 Ele abaixou os céus e desceu; trevas espessas havia debaixo de seus pés.
10 Montou num querubim, e voou; sim, voou sobre as asas do vento.
11 Fez das trevas o seu retiro secreto; o pavilhão que o cercava era a escuridão das águas e as espessas nuvens do céu.
12 Do resplendor da sua presença saíram, pelas suas espessas nuvens, saraiva e brasas de fogo.
13 O Senhor trovejou a sua voz; e havia saraiva e brasas de fogo.
14 Despediu as suas setas, e os espalhou; multiplicou raios, e os perturbou.
15 Então foram vistos os leitos das águas, e foram descobertos os fundamentos do mundo, à tua repreensão, Senhor, ao sopro do vento das tuas narinas.
16 Do alto estendeu o braço e me tomou; tirou-me das muitas águas.
17 Livrou-me do meu inimigo forte e daqueles que me odiavam; pois eram mais poderosos do que eu.
18 Surpreenderam-me eles no dia da minha calamidade, mas o Senhor foi o meu amparo.
19 Trouxe-me para um lugar espaçoso; livrou-me, porque tinha prazer em mim.
20 Recompensou-me o Senhor conforme a minha justiça, retribuiu-me conforme a pureza das minhas mãos.
21 Pois tenho guardado os caminhos do Senhor, e não me apartei impiamente do meu Deus.
22 Porque todas as suas ordenanças estão diante de mim, e nunca afastei de mim os seus estatutos.
23 Também fui irrepreensível diante dele, e me guardei da iniqüidade.
24 Pelo que o Senhor me recompensou conforme a minha justiça, conforme a pureza de minhas mãos perante os seus olhos.
25 Para com o benigno te mostras benigno, e para com o homem perfeito te mostras perfeito.
26 Para com o puro te mostras puro, e para com o perverso te mostras contrário.
27 Porque tu livras o povo aflito, mas os olhos altivos tu os abates.
28 Sim, tu acendes a minha candeia; o Senhor meu Deus alumia as minhas trevas.
29 Com o teu auxílio dou numa tropa; com o meu Deus salto uma muralha.
30 Quanto a Deus, o seu caminho é perfeito; a promessa do Senhor é provada; ele é um escudo para todos os que nele confiam.
31 Pois, quem é Deus senão o Senhor? e quem é rochedo senão o nosso Deus?
32 Ele é o Deus que me cinge de força e torna perfeito o meu caminho;
33 faz os meus pés como os das corças, e me coloca em segurança nos meus lugares altos.
34 Adestra as minhas mãos para a peleja, de sorte que os meus braços vergam um arco de bronze.
35 Também me deste o escudo da tua salvação; a tua mão direita me sustém, e a tua clemência me engrandece.
36 Alargas o caminho diante de mim, e os meus pés não resvalam.
37 Persigo os meus inimigos, e os alcanço; não volto senão depois de os ter consumido.
38 Atravesso-os, de modo que nunca mais se podem levantar; caem debaixo dos meus pés.
39 Pois me cinges de força para a peleja; prostras debaixo de mim aqueles que contra mim se levantam.
40 Fazes também que os meus inimigos me dêem as costas; aos que me odeiam eu os destruo.
41 Clamam, porém não há libertador; clamam ao Senhor, mas ele não lhes responde.
42 Então os esmiuço como o pó diante do vento; lanço-os fora como a lama das ruas.
43 Livras-me das contendas do povo, e me fazes cabeça das nações; um povo que eu não conhecia se me sujeita.
44 Ao ouvirem de mim, logo me obedecem; com lisonja os estrangeiros se me submetem.
45 Os estrangeiros desfalecem e, tremendo, saem dos seus esconderijos.
46 Vive o Senhor; bendita seja a minha rocha, e exaltado seja o Deus da minha salvação,
47 o Deus que me dá vingança, e sujeita os povos debaixo de mim,
48 que me livra de meus inimigos; sim, tu me exaltas sobre os que se levantam contra mim; tu me livras do homem violento.
49 Pelo que, ó Senhor, te louvarei entre as nações, e entoarei louvores ao teu nome.
50 Ele dá grande livramento ao seu rei, e usa de benignidade para com o seu ungido, para com Davi e sua posteridade, para sempre.
Nossos artigos são para divulgação e ficamos felizes quando você compartilha. Pedimos porem que não esqueçam de citar a fonte.

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2017

Salmo 30

Exaltar-te-ei, ó SENHOR, porque tu me exaltaste; e não fizeste com que meus inimigos se alegrassem sobre mim.
2 Senhor meu Deus, clamei a ti, e tu me saraste.
3 Senhor, fizeste subir a minha alma da sepultura; conservaste-me a vida para que não descesse ao abismo.
4 Cantai ao Senhor, vós que sois seus santos, e celebrai a memória da sua santidade.
5 Porque a sua ira dura só um momento; no seu favor está a vida. O choro pode durar uma noite, mas a alegria vem pela manhã.
6 Eu dizia na minha prosperidade: Não vacilarei jamais.
7 Tu, Senhor, pelo teu favor fizeste forte a minha montanha; tu encobriste o teu rosto, e fiquei perturbado.
8 A ti, Senhor, clamei, e ao Senhor supliquei.
9 Que proveito há no meu sangue, quando desço à cova? Porventura te louvará o pó? Anunciará ele a tua verdade?
10 Ouve, Senhor, e tem piedade de mim, Senhor; sê o meu auxílio.
11 Tornaste o meu pranto em folguedo; desataste o meu pano de saco, e me cingiste de alegria,

12 Para que a minha glória a ti cante louvores, e não se cale. Senhor, meu Deus, eu te louvarei para sempre.

Nossos artigos são para divulgação e ficamos felizes quando você compartilha. Pedimos porem que não esqueçam de citar a fonte.

Comente com sua conta do Face