sexta-feira, 31 de maio de 2013

Salmo 8

1. Ao mestre de canto. Com a gitiena. Salmo de Davi.
2. Ó Senhor, nosso Deus, como é glorioso vosso nome em toda a terra! Vossa majestade se estende, triunfante, por cima de todos os céus.
3. Da boca das crianças e dos pequeninos sai um louvor que confunde vossos adversários, e reduz ao silêncio vossos inimigos.
4. Quando contemplo o firmamento, obra de vossos dedos, a lua e as estrelas que lá fixastes:
5. Que é o homem, digo-me então, para pensardes nele? Que são os filhos de Adão, para que vos ocupeis com eles?
6. Entretanto, vós o fizestes quase igual aos anjos, de glória e honra  o coroastes.
7. Destes-lhe poder sobre as obras de vossas mãos, vós lhe submetestes todo o universo.
8. Rebanhos e gados, e até os animais bravios,             
9. pássaros do céu e peixes do mar, tudo o que se move nas águas do oceano.
10. Ó Senhor, nosso Deus, como é glorioso vosso nome em toda a terra!

domingo, 26 de maio de 2013

Salmo 5 - Oração da manhã

1. Ao mestre de canto. Com flautas. Salmo de Davi.
2. Senhor, ouvi minhas palavras, escutai meus gemidos.
3. Atendei à voz de minha prece, ó meu rei, ó meu Deus.
4. É a vós que eu invoco, Senhor, desde a manhã; escutai a minha voz, porque, desde o raiar do dia, vos apresento minha súplica e espero.
5. Pois vós não sois um Deus a quem agrade o mal, o mau não poderia morar junto de vós;
6. os ímpios não podem resistir ao vosso olhar. Detestais a todos os que praticam o mal,
7. fazeis perecer aqueles que mentem, o homem cruel e doloso vos é abominável, ó Senhor.
8. Mas eu, graças à vossa grande bondade, entrarei em vossa casa. Prostrar-me-ei em vosso santuário, com o respeito que vos é devido, Senhor.
9. Conduzi-me pelas sendas da justiça, por causa de meus inimigos; aplainai, para mim, vosso caminho.
10. Porque em seus lábios não há sinceridade, seus corações só urdem projetos ardilosos. A garganta deles é como um sepulcro escancarado, com a língua distribuem lisonjas.
11. Deixai-os, Senhor, prender-se nos seus erros, que suas maquinações malogrem! Por causa do número de seus crimes, rejeitai-os, pois é contra vós que se revoltaram.
12. Regozijam-se, pelo contrário, os que em vós confiam, permanecem para sempre na alegria. Protegei-os e triunfarão em vós os que amam vosso nome.
13. Pois, vós, Senhor, abençoais o justo; vossa benevolência, como um escudo, o cobrirá.

Salmo 4 - Oração da Noite

1. Ao mestre de canto. Com instrumentos de corda. Salmo de Davi.
2. Quando vos invoco, respondei-me, ó Deus de minha justiça, vós que na hora da angústia me reconfortastes. Tende piedade de mim e ouvi minha oração.
3. Ó poderosos, até quando tereis o coração endurecido, no amor das vaidades e na busca da mentira?
4. O Senhor escolheu como eleito uma pessoa admirável, o Senhor me ouviu quando o invoquei.
5. Tremei, mas sem pecar; refleti em vossos corações, quando estiverdes em vossos leitos, e calai.
6. Oferecei vossos sacrifícios com sinceridade e esperai no Senhor.
7. Dizem muitos: Quem nos fará ver a felicidade? Fazei brilhar sobre nós, Senhor, a luz de vossa face.
8. Pusestes em meu coração mais alegria do que quando abundam o trigo e o vinho.
9. Apenas me deito, logo adormeço em paz, porque a segurança de meu repouso vem de vós só, Senhor.

sábado, 25 de maio de 2013

Salmo 3


1. Salmo de Davi, quando fugia de Absalão, seu filho.
2. Senhor, como são numerosos os meus perseguidores! É uma turba que se dirige contra mim.
3. Uma multidão inteira grita a meu respeito: Não, não há mais salvação para ele em seu Deus!
4. Mas vós sois, Senhor, para mim um escudo; vós sois minha glória, vós me levantais a cabeça.
5. Apenas elevei a voz para o Senhor, ele me responde de sua montanha santa.
6. Eu, que me tinha deitado e adormecido, levanto-me, porque o Senhor me sustenta.
7. Nada temo diante desta multidão de povo, que de todos os lados se dirige contra mim.
8. Levantai-vos, Senhor! Salvai-me, ó meu Deus! Feris no rosto todos os que me perseguem, quebrais os dentes dos pecadores.
9. Sim, Senhor, a salvação vem de vós. Desça a vossa bênção sobre vosso povo.

Salmo 2

1. Por que tumultuam as nações? Por que tramam os povos vãs conspirações?
2. Erguem-se, juntos, os reis da terra, e os príncipes se unem para conspirar contra o Senhor e contra seu Cristo.
3. Quebremos seu jugo, disseram eles, e sacudamos para longe de nós as suas cadeias!
4. Aquele, porém, que mora nos céus, se ri, o Senhor os reduz ao ridículo.
5. Dirigindo-se a eles em cólera, ele os aterra com o seu furor:
6. Sou eu, diz, quem me sagrei um rei em Sião, minha montanha santa.
7. Vou publicar o decreto do Senhor. Disse-me o Senhor: Tu és meu filho, eu hoje te gerei.
8. Pede-me; dar-te-ei por herança todas as nações; tu possuirás os confins do mundo.
9. Tu as governarás com cetro de ferro, tu as pulverizarás como um vaso de argila.
10. Agora, ó reis, compreendei isto; instruí-vos, ó juízes da terra.
11. Servi ao Senhor com respeito e exultai em sua presença; prestai-lhe homenagem com tremor, para que não se irrite e não pereçais quando, em breve, se acender sua cólera. Felizes, entretanto, todos os que nele confiam.

sexta-feira, 24 de maio de 2013

Salmo 1

1. Feliz o homem que não procede conforme o conselho dos ímpios, não trilha o caminho dos pecadores, nem se assenta entre os escarnecedores.
2. Feliz aquele que se compraz no serviço do Senhor e medita sua lei dia e noite.
3. Ele é como a árvore plantada na margem das águas correntes: dá fruto na época própria, sua folhagem não murchará jamais. Tudo o que empreende, prospera.
4. Os ímpios não são assim! Mas são como a palha que o vento leva.
5. Por isso não suportarão o juízo, nem permanecerão os pecadores na assembléia dos justos.
6. Porque o Senhor vela pelo caminho dos justos, ao passo que o dos ímpios leva à perdição.

Oração pedindo a cura do corpo


Senhor Jesus, creio que estás vivo e ressuscitado. Creio que sempre falas comigo pela Palavra; creio que estás presente realmente no sacramento do altar para me alimentar; creio que respondes as orações de todos os que te buscam de coração. Eu te louvo e adoro. Te rendo graças, Senhor, por teres vindo por amor de mim, como Pão vivo descido do céu. Tu és a plenitude da vida, em ti ninguém é esquecido, de ti vem o perdão, a paz e a saúde. Visita-me com o teu auxílio, e renova-me com o teu poder. Tem compaixão de mim e abençoa-me em todas as minhas necessidades. Cura-me, Senhor Jesus. Cura-me em meu espírito, dando-me vitória diante do pecado. Cura-me em minhas emoções, fechando as feridas das minhas mágoas, frustrações, rancores ou ódios... Cura-me em meu corpo, devolvendo-me a saúde física. Hoje, Senhor, te apresento com total confiança a(s) minha (s) doença(s):... (diga o nome da sua(s) doença(s)) e te peço cura-me completamente, como curaste os doentes que te procuravam quando estiveste aqui na terra. Eu creio como promete a Palavra: "Carregou os nossos pecados em seu corpo sobre o madeiro, para que, mortos aos nossos pecados, vivamos para justiça. Por fim, por suas chagas fomos curados (1Pdr 2,24)." Estou seguro do teu amor por mim, e mesmo antes de ver os resultados da minha oração, eu te digo com fé: Obrigado, Senhor Jesus, pela bênção que já estás derramando em meu favor. Amém

Oração de Cura e Libertação

Vinde, Espírito Santo, penetrai as profundezas da minha alma com o Vosso amor e o Vosso poder. Arrancai as raízes mais profundas e ocultas da dor e do pecado que estão enterradas em mim. Lavai no precioso Sangue de Jesus e aniquilai definitivamente toda ansiedade que trago em mim, toda amargura, angústia, sofrimento interior, desgaste emocional, infelicidade, tristeza, ira, desespero, inveja, ódio e vingança, sentimento de culpa e de autoacusação, desejo de morte e de fuga de mim mesmo, toda opressão do maligno na minha alma, no meu corpo toda insídia que ele coloca em minha mente. Ó bendito Espírito Santo, queimai com o Vosso fogo abrasador toda treva instalada dentro de mim, que me consome e impede de ser feliz. Destruí em mim todas as consequências dos meus pecados e dos pecados dos meus ancestrais, que se manifestam em minhas atitudes, decisões, temperamento, palavras, vícios. Libertai, Senhor, toda a minha descendência da herança de pecado e rebelião as coisas de Deus que eu próprio lhe transmiti. Vinde Santo Espírito! Vinde, em nome de Jesus! Lavai-me no Sangue precioso de Jesus, purificai todo o meu ser, quebrai toda a dureza do meu coração, destruí todas as barreiras de ressentimento, mágoa, rancor, egoísmo, maldade, orgulho, soberba, intolerância, preconceitos e incredulidade que existem em mim. E, no poder de Jesus Cristo ressuscitado, libertai-me, Senhor! Curai-me, Senhor! Tende piedade de mim, Senhor! Vinde, Santo Espírito! Fazei-me ressuscitar agora para uma vida nova, plena do Vosso amor, alegria, paz e plenitude. Creio que estais fazendo isto em mim agora e assumo pela fé a minha libertação, cura e salvação em Jesus Cristo, meu Salvador. Glórias a Vós, meu Deus! Bendito seja para sempre! Louvado seja, ó meu Deus! Em nome de Jesus e por Maria nossa Mãe. Amém e amém.

Nossa Senhora Auxiliadora


Santíssima e Imaculada Virgem Maria, nossa carinhosa Mãe e poderoso auxílio dos cristãos, nós nos consagramos inteiramente ao vosso doce amor e ao vosso santo serviço. Consagramo-vos o entendimento com os seus pensamentos, o coração com os seus afetos, o corpo com os seus sentidos e com todas as suas forças, e prometemos querer sempre trabalhar para dar a Deus uma grande alegria: a realização e felicidade de todas as pessoas.
Acolhei-nos todos sob o vosso manto, ó Maria Auxiliadora. Ajudai-nos a recorrer a vós nas tentações, prontamente e com confiança. Fazei que a vossa lembrança tão boa, tão cara, tão amável, e a recordação do amor que tendes para com vossos devotos nos conforte, e nos faça vencedores, por meio do amor evangélico, dos inimigos do Reino, a fim de podermos, já nesta terra, viver o céu. Amém.

terça-feira, 7 de maio de 2013

Oração de Louvor e Gratidão pela Fé - Maria

Nós te louvamos, ó Pai, origem de toda a vida e de toda a luz, pelo teu maior dom: Jesus Cristo, teu Filho e de Maria, que se tornou um de nós. Nós te agradecemos porque deste a Maria uma fé tão forte, tão pura e tão jubilosa, e porque ela ocupa, como modelo da fé, um lugar tão insigne entre todos os mensageiros da salvação. Nós te louvamos, ó Pai, doador de todas as boas dádivas, e louvamos também o Espírito Santo que opera a fé em nossos corações. Com Isabel e com toda a Igreja, elogiamos a fé viva de Maria. Nós te louvamos pela nova e verdadeira arca da salvação, a Igreja, cujo esboço como comunidade de fé se torna visível em Maria. Com toda a Igreja nos voltamos para a Virgem puríssima. Nela, fé e vida formam uma unidade perfeita. Confiando em sua intercessão, nós te suplicamos, ó Pai: aumenta nossa fé, para que todos nós sejamos abençoados na fé, para que coloquemos toda a nossa confiança em ti, e para que, à maneira de Maria, fundamentemos toda a nossa fé nas tuas promessas. Ó Maria, toda vez que te saudamos com as palavras: "Bendita és tu entre as mulheres", te louvamos pela tua fé. Intercede por nós, agora e na hora da nossa morte, para que nossa fé seja forte e resplandecente, cheia de esperança e de disponibilidade, para se tornar como tu um evangelho vivo da paz messiânica para todos os homens. Amém.

Esta oração é parte integrante do Livro "Maria Modelo de Fé" do Pe. Bernhard Haring.

sexta-feira, 3 de maio de 2013

Oração de Gratidão pelas Graças de Maria.


Nós te louvamos, ó Pai, Senhor do céu e da terra, com teu Filho muito amado e Servo fiel, porque o que permanece escondido aos olhos dos sábios e autossuficientes, tu o revelaste à humilde serva Maria,  a filha de Sião e tua filha. Tu a escolheste como rainha dos profetas, para nossa salvação. Concede-nos, ó Pai, que venerando Maria, a Mãe de teu Unigênito Filho, o Filho encarnado, adoremos teu santo nome. 

Em nome de Jesus, o Emanuel, e pela intercessão de Maria, ó Pai, concede-nos também a proximidade e o conhecimento do teu nome e do nome de Jesus, o Deus conosco, para que em Jesus nos alegremos com tua proximidade e benevolência. Ó Maria, ficamos repletos de alegria quando te saudamos como a cheia de graça, pois a misericórdia e a graça que experimentaste são também para nós. O Senhor que está contigo de maneira singular vem através de ti para ficar com todos nós. Experimentamo-lo de um modo semelhante a ti, se formos gratos,  humildes e fiéis, seguindo teu exemplo. Intercede por nós, Mãe de Deus, para que possamos sempre gozar da proximidade de Deus. Amém.

quinta-feira, 2 de maio de 2013

Oração de gratidão a Deus através de Nossa Senhora da Esperança


Nós te louvamos, Pai todo-poderoso, porque deste ao teu povo e a toda a humanidade, ,através da Virgem, o grande sinal de esperança na vinda do Salvador, que é a tua imagem fiel e o sinal perfeito do teu amor: o Deus conosco.
Ajuda-nos, ó Pai, para que com Maria possamos aceitar teu chamado na esperança e na gratidão, e possamos experimentar também tua presença amorosa. Ô Maria, sempre que me lembro de ti e invoco teu nome, sinto o consolo da esperança e um insistente desejo de conhecer aquele a quem deste o nome de Emanuel, para experimentar contigo sua presença. Em nome de todos os irmãos e irmãs, eu te agradeço tua incessante prece e teu anseio pelo cumprimento da promessa da vinda do Salvador. Intercede por nós, para que toda a nossa vida se transforme numa permanente ação de graças pela sua vinda, e para que nós, seguindo teu exemplo, nos tornemos para muitos um sinal de esperança e de confiança, e um convite para procurar o Senhor. Amém.

Consagração e Súplica à Nossa Senhora da Boa Esperança.


Ó Maria. Mãe de Esperança, somos teus filhos e aqui estamos agradecido por vossa presença carinhosa em nossa caminhada, como povo de Esperantina. Não andamos sozinhos! Sois nossa companheira nas lutas e sofrimentos de cada dia. Sim! Queremos realizar o projeto de vosso filho Jesus, nosso libertador.
Mãe querida! Aqui estamos: crianças, jovens, adultos e velhos, um povo sofredor, mas alimentado de coragem e esperança. Unidos queremos entregar ao vosso coração: nossa vida, grupos e comunidades, animadores e defensores da vida, com todas as lutas, incertezas e desafios, fraquezas e vitórias.
Acolhei e abençoai esta entrega de toda a nossa caminhada em vista da libertação. Nossa Senhora da Boa Esperança! Somos um povo na busca da terra prometida. Em busca de vida para todos. Queremos com vossa companhia, vencer os dragões de tantas mortes. Juramos não recuar, não silenciar, enquanto existir um só faminto! Um só grito de dor! Qualquer sombra de morte.
Dai-nos a força para enfrentar sem medo: o egoísmo, a ganância, o ateísmo e o poder opressor. Desejamos, já nesta terra, o pão partilhado, terra dividida, direitos respeitados e vida para todos.
Aguardamos na esperança, a vida eterna feliz, a festa sem fim, a plenitude do amor, em vossa companhia e de todos os santos. Amém.
Nossa Senhora da Boa Esperança rogai por nós.

Nossa Senhora da Boa Esperança - História


A devoção à Nossa Senhora da Esperança é muito antiga na Igreja. Ela remonta aos primeiros séculos do Cristianismo. Foi oficialmente reconhecida em 656, no Concílio de Toledo. Desde então sua festa é celebrada no dia 18 de dezembro, conforme escreve D. Prosper Gueranger em “O Ano Litúrgico”, editado em Tour, em 1920.

Na Espanha a mesma devoção é conhecida sob o título de “Nossa Senhora do Ó”. Este nome está intimamente ligado ao Advento, tempo litúrgico em que a Igreja comemora o período de espera do Salvador prometido. No Ofício Divino da última semana que precede a festa de Natal, encontramos sete antífonas referentes à vinda de Cristo e todas elas começam com a exclamação “Ó Sabedoria...”, “Ó Emanuel...”, “Ó Raiz...” Daí a expressão “N. Sra. do Ó”.

Da Espanha essa devoção se espalhou pela Europa, sendo conhecida em Portugal com o nome de Nossa Senhora da Esperança. Em certos países da Europa, costuma-se dizer, ainda hoje, que uma senhora “está na esperança” quando ela aguarda um bebê. Por isso, “N. Sra. do Ó” se chama também “N. Sra. da Esperança”.

De Portugal a devoção à N. Sra. da Esperança foi trazida para o Brasil pelos primeiros colonizadores portugueses que aqui chegaram, porque seu culto havia se afervorado no ciclo dos descobrimentos pela intensa fé dos navegadores que, sob a sua proteção, se aventuravam “por mares nunca d’antes navegados”. No dia 26 de abril de 1500, Frei Henrique de Coimbra celebrava a primeira missa em terras brasileiras. E, sobre o altar improvisado, encontrava-se a imagem de N. Sra. da Esperança, que acompanhara a expedição de Cabral, desde Portugal. Uma prova deste fato encontramos na obra de Damião Peres, “História da Colonização Portuguesa no Brasil”, editada no Porto em 1924. Na página 25 desta obra, Jaime Cortesão nos apresenta uma gravura de N. Sra. com a seguinte inscrição: “Imagem de N. Sra. da Esperança, que acompanhou Pedro Álvares Cabral na viagem do descobrimento do Brasil”.

Mas, onde se encontraria aquela imagem histórica? Na obra citada acima, não encontramos outras
referências. Hoje, entretanto, já temos uma resposta satisfatória. É G. Herstal quem no-la dá, em seu livro: “Imagens religiosas do Brasil”, editado em São Paulo, em 1956. Ali ele nos diz claramente que ela se encontra “... na quinta de Belmonte, em Portugal...”.

Uma réplica desta mesma imagem histórica foi trazida, no dia 23 de abril de 1969, de Portugal para
o Brasil, desta vez, porém, de avião. No dia 26 a imagem foi colocada sobre um altar improvisado no local onde era o barracão e posteriormente, após a conclusão de nossa igreja, para ela transferida.

Eis, em resumo, a história da devoção e da imagem de N. Sra. da Esperança. Ela, que trouxe a fé cristã para o Brasil e reavivou o cristianismo no coração de nossos paroquianos, pede-nos que vivamos nossa fé de maneira sempre autêntica e convicta.

Dia 26 de abril passou a ser também,  o dia de Nossa Senhora da Esperança.
   Oração
 Fonte Portal Católico
Fica uma dúvida quanto a imagem de Nossa Senhora da Boa Esperança????

quarta-feira, 1 de maio de 2013

Oração a Nossa Senhora da Esperança


Senhora da Esperança, tua alegria era fazer a vontade do Pai.
Tua vida era estar atenta às necessidades dos outros.
Intercede por nós!
Quando nossa Fé vacila,
Quando somos tentados a desesperar,
Senhora da Esperança,
intercede por nós!
Quando fechamos o coração,
Quando consentimos a injustiça,
Senhora da Esperança,
intercede por nós!
Quando parece ser difícil seguir teu filho,
Quando nos cansamos de fazer o bem,
Senhora da Esperança,
Intercede por nós!
Quando o não se antecipa ao nosso sim,
Leva-nos a Jesus Cristo, nossa esperança.

Amém!

Ave Maria

Antes de Jesus
Depois de Jesus


Comente com sua conta do Face